Nosso blog

Tudo sobre, liberdade e empoderamento.

Absorventes reutilizáveis,Cal...

Como ser mais sustentável e ainda economizar? 7 dicas FÁCEIS!

como-ser-mais-sustentavel-e-economizar

Já parou pra pensar que levar um estilo de vida mais sustentável, além de ajudar o planeta também pode ser uma forma de economizar?

Diferente do que costumamos pensar, adotar hábitos mais sustentáveis não precisa doer no bolso. Quando começamos a prestar mais atenção aos nossos hábitos de consumo, passamos gradualmente a consumir menos e de forma mais inteligente. E no final dessa conta acaba até sobrando um dinheirinho extra na carteira! Nada mal, né?

E a verdade é que não precisamos fazer nada muito mirabolante para diminuir o nosso impacto. Repensando pequenos hábitos podemos fazer uma enorme diferença para o planeta e para o nosso bolso.

Separamos 7 dicas fáceis para começarmos a cuidar do planeta economizando. Vem se inspirar e começar ainda hoje!

1. Economizar água vai muito além de fechar torneira 


Você já deve saber que fechar a torneira enquanto escova os dentes evita o desperdício de água, né? Talvez o que você ainda não saiba é que esse simples gesto representa uma economia de cerca de 16 litros de água em cada escovação! Um passo além é manter um copo na pia e escovar os dentes somente com 250ml de água. Dessa forma, você vai se dar conta de que não precisa mais do que isso para manter seus dentes limpinhos.

Essa mesma ideia de fechar a torneira ou o registro vale para várias outras ações da nossa rotina, como lavar as mãos, na hora de passar xampu no banho ou até mesmo quando for lavar a louça. Aliás, falando em louça, uma dica legal é usar um tampão para encher a pia e fazer dela um tanque de água. Com esse simples hábito, o consumo de água de cada lavação cai de 117 litros para apenas 20! Quase 6.000 litros de economia na conta de água no final do mês.

Além disso, você também pode usar a criatividade para reutilizar a água de maneira sustentável. Ao invés de eliminar a água da máquina de lavar pelo ralo, armazene-a em um balde grande. Dessa forma, você poderá reaproveitar esta mesma água para lavar o chão da casa. Outra forma criativa é quando você tem aquele chuveiro que demora a esquentar, sabe? A dica é coletar aquela água mais fria em um balde e reutilizá-la para regar as plantinhas da sua casa.

2. Desligue os aparelhos da tomada e poupe até 12% da sua conta de energia  


Nada mais cotidiano do que manter o computador em modo de espera enquanto vai fazer outras coisas. Ou deixar o carregador de celular sempre conectado na tomada ao lado da cama.

Pois fique sabendo que aquela inocente luzinha que fica acesa em alguns eletrodomésticos como televisão e micro-ondas pode representar até 12% da sua conta de luz, acredita? Essa luzinha quer dizer que mesmo sem estar sendo utilizado, o aparelho em modo de espera ou stand-by continua consumindo energia elétrica.

Se você tem tv a cabo, fique ainda mais atenta! O aparelho decodificador (aquele que mostra o número dos canais, sabe?) é um dos grandes vilōes do consumo doméstico. Isso acontece porque geralmente ele fica ligado dia e noite, mesmo quando você assiste só 2 horas de TV por dia.

Desplugar as coisas da tomada leva poucos segundos e pode poupar alguns reais na conta de energia. Crie o hábito de desconectar os eletrodomésticos à noite, antes de sair de casa ou logo após o uso. Uma alternativa é usar um filtro de linha para unificar tudo. Dessa maneira fica ainda mais fácil, afinal é apenas uma coisa para desligar.

3. Cultive seu próprio alimento e passe longe dos agrotóxicos


Ter uma horta em casa, além de ser uma atividade prazerosa, também representa alguns reais a menos nas compras do mês. E tem mais! Cultivando esse hábito, você tem a certeza de estar consumindo alimentos livres de agrotóxicos e super saudáveis.

Muitas pessoas desistem de cultivar a própria horta pois acreditam ser algo muito complicado e que demanda tempo. Nada disso! Com poucos itens e um bom tutorial da internet, você será capaz de conquistar o sonho da hortinha própria. Se você mora em apartamento, a falta de espaço não é um problema, viu! Você pode montar uma horta vertical na varanda e até mesmo reutilizar garrafas pet como vasinhos numa pegada sustentável faça-você-mesmo.

Uma boa dica é começar com plantas de fácil cultivo como o manjericão, alecrim, sálvia e tomilho. Além de dar mais sabor às suas refeiçōes, você vai ter toda a certeza de estar consumindo um alimento orgânico, rico em nutrientes e que você mesma plantou!

Aos poucos você vai pegando o jeito. E logo você se sentirá orgulhosa de colher os alimentos fresquinhos que vão dar aquele colorido que faltava no seu prato e na sua casa!

4. Deixe o carro na garagem! Vá de bike, transporte público, patinete ou a pé


A gente sabe que o preço da gasolina compromete o nosso suado dinheirinho. Além disso, a queima de combustíveis fósseis é um dos grandes responsáveis pela poluição atmosférica. Só pra ilustrar, em apenas dois dias andando de carro, você emite a mesma quantidade de CO2 equivalente à um mês de metrô.

Além do transporte público, se o seu trabalho ou faculdade for perto da sua casa, e se não for perigoso, prefira ir de bicicleta ou a pé. Assim, ao mesmo tempo que faz escolhas mais sustentáveis, você aproveita para se exercitar. A sua saúde financeira também agradece e você ainda economiza com academia.

Quem vai de bicicleta, patinete, skate ou a pé acaba pegando o gosto pela coisa, uma vez que passa a perceber a cidade com outros olhos. Use esse tempo do trajeto para ouvir uma música legal, conversar com as pessoas ou simplesmente sentir aquele ventinho  batendo no rosto. Não é a toa que, além da economia, a sensação de bem-estar, autonomia e liberdade tem feito cada vez mais pessoas deixarem o carro de lado.

Se o seu trabalho for mais longe existe a opção também das motos ou bicicletas elétricas. Apesar de serem opções mais caras que uma bicicleta comum, elas são bem mais baratas que um carro, isso sem contar que a manutenção também é bem mais em conta!

5. Aproveite melhor os alimentos, evite desperdícios e invente novas receitas 


Você ainda joga as cascas, talos e as sementes de frutas, verduras e legumes no lixo? Se a resposta foi sim, saiba que você também está jogando fora alimentos de alto valor nutricional e que poderiam render receitinhas deliciosas.

Sabe aquela semente de abóbora? Faça ela bem torradinha e em apenas 100g você terá todo o zinco que precisa ingerir no dia. Já as cascas de cebola, talo de folhas e cascas de cenoura podem virar um caldo de legumes super saudável e prático. Para isso basta congelar esse caldo em cubas de gelo e usar na cozinha do dia-a-dia. E tem mais! A casca de banana, que é rica em fibras e cálcio, pode virar uma almôndega maravilhosa nessa receita da Bela Gil que rende até 15 porções.

Ao diminuir o desperdício, você tem a oportunidade de inventar novas receitas e variar o seu cardápio com comidinhas mais saudáveis e de uma maneira sustentável. Além disso, aproveitando os alimentos integralmente você consegue acrescentar mais refeiçōes à sua dieta sem precisar gastar nenhum centavo a mais por isso. Dessa forma, você honra os alimentos que compra todo mês e sente a diferença no seu bolso e na sua saúde. Além do prazer de comer comidinhas deliciosas, é claro!

6. Um dia sem carne faz bem para o planeta, para o bolso e para saúde


Você já ouviu falar da Segunda sem Carne? Esse é um movimento presente em mais de 40 países e tem o propósito de convidar todos a descobrirem novos sabores ao substituir a proteína animal pela vegetal pelo menos uma vez por semana. E nada como a segunda-feira - também conhecido como o dia oficial das mudanças - para começar esse novo hábito.

Pode parecer pouco, mas ser “vegetariano” apenas uma vez por semana faz muita diferença na redução da sua pegada ambiental. Ao aderir à causa, todas as segundas você deixa de emitir 14kg de CO2 na atmosfera (equivalente a 100km rodados num carro comum) e poupa 3400 litros de água (o que corresponde a 26 banhos de 15 minutos!).

E os benefícios não param por aí! Falando em economia doméstica, você já deve ter notado que vegetais são bem mais baratos do que carne, né? E se na sua casa você gasta 10 reais com produtos de origem animal em um só dia, experimente usar esse mesmo orçamento somente em verduras, legumes e frutas no seu dia sem carne. E sabia que eliminar a carne vermelha e aumentar a variedade de vegetais apenas uma vez por semana pode diminuir o risco de câncer e problemas cardíacos?

Definitivamente, não restam dúvidas. Reduzir o consumo de carne é uma das formas mais claras de ver como nossas escolhas têm impacto direto na nossa saúde, no bolso e no planeta!

7. Ser reutilizável é ser sustentável!


Já parou pra pensar quantos filtros de papel você gasta todo dia para passar o seu cafézinho? Ou quantos aparelhos de barbear descartáveis você compra ao longo do ano? Mesmo quem não está muito atenta às causas ambientais, já deve saber que itens descartáveis demoram centenas de anos para se decompor e tem um impacto ambiental altíssimo.

Observe sua rotina e pense como você pode substituir produtos de vida curta por bens duráveis e reutilizáveis. À primeira vista o preço dos produtos reutilizáveis pode assustar, mas colocando na ponta do lápis eles acabam sendo alternativas bem mais econômicas e sustentáveis.

Para ilustrar, vamos usar como exemplo o absorvente descartável. Uma pessoa gasta cerca de R$ 20 reais com esse produto todo mês. Se fizermos as contas, em um ano isso equivale a um gasto de R$ 240. Um gasto exorbitante simplesmente pelo fato de menstruar. Sem contar que um único absorvente demora 500 anos para se decompor!

Por esse motivo, alternativas reutilizáveis como o coletor menstrual tem ganhado força entre as mulheres. Ele é um copinho feito de silicone medicinal que custa R$ 86 e poder durar alguns anos! Já imaginou nunca mais precisar absorvente descartável? Outras opçōes são os absorventes de pano e a calcinha absorvente. Se esse assunto te interessou, fizemos um guia completo para te ajudar a escolher qual dessas alternativas é perfeita para o seu ciclo.

Ter um estilo de vida mais sustentável pode ser mais simples (e mais barato!) do que você imagina. A partir de pequenas mudanças você será capaz de cuidar do planeta, reduzir gastos e servir de inspiração para quem estiver por perto.

Qual dessas dicas você vai colocar em prática ainda hoje? :)

Deixe um comentário